Dicas de Manutenção

Manutenção em todos os Tipos de Grama

Na escolha da grama, não podemos deixar de considerar sua manutenção futura. Conforme a dimensão da área, espécie de grama escolhida e finalidade do gramado, existe a necessidade de equipamento de corte diferenciado, conhecimento de espécies mais suscetíveis ao ataque de pragas e doenças que necessitam de equipamentos e produtos específicos para promover o combate bem como necessidade específica de adubação e poda para cada espécie.

É importante também a verificação de mão-de-obra disponível e qualificada para promover a manutenção de forma satisfatória. Uma vez formado, o gramado vai necessitar de manutenção para se manter saudável, vigoroso e bonito: poda, fertilização, aeração e controle de ervas daninhas. A água tem papel fundamental na beleza de seu gramado. Nas semanas em que não chover, deve-se regar abundantemente a grama.

A adubação garante a saúde das plantas, já que fornece a elas os nutrientes necessários para um melhor desenvolvimento. A época recomendada para você adubar seu gramado é no início da primavera, porém o ideal é realizar adubações regulares a cada 3 meses ou ainda, conforme a necessidade do gramado. A fertilização/adubação pode ser feita de várias formas: fertirrigação, adubos foliares, adubos químicos NPK, fertilizantes e/ou compostos orgânicos, corretivos para acidez do solo, etc. Verifique com um profissional qualificado qual é a melhor opção para o seu gramado.

No início do inverno, a cobertura do gramado é indicada para regiões mais frias, porém sempre utilize substrato orgânico ou terra de boa qualidade, livre de ervas daninhas. O substrato orgânico, além de fornecer nutrientes, ajuda a corrigir pequenas depressões no terreno (nivelamento) bem como melhorias nas características físicas e químicas do solo.

Além da adubação, as podas regulares são imprescindíveis para formação do gramado perfeito. No inverno as podas podem ser mais espaçadas, mas no verão devem ocorrer com maior frequência, dependendo das chuvas, finalidade do gramado e do desenvolvimento da espécie de grama plantada. Quando a grama é aparada corretamente e na altura adequada, as raízes conseguem penetrar mais profundamente ao solo, com isso os gramados ficam mais bonitos e vigorosos.

Duas a três vezes por ano é importante aerar o solo. O processo de aeração consiste em perfurar o solo, com o uso de pinos ocos, promovendo o desenvolvimento mais profundo e saudável do sistema radicular da grama, pelo aumento de espaços porosos, o que torna o gramado mais resistente ao pisoteio, porém o uso vigoroso do rastelo e/ou vassoura de grama também auxilia no processo e aeração. A aeração aumenta a infiltração de água (melhor eficiência da irrigação); Aumenta o volume de trocas gasosas, estimulando o crescimento de raízes, estolões e folhas da grama; Melhora eficiência de absorção dos nutrientes; Melhora condições físicas do solo para o desenvolvimento das raízes. Com a grama mais forte e sadia, caso ocorra à incidência de pragas e/ou doenças a recuperação da mesma, será mais rápida.

Uma planta cultivada de maneira adequada estará em condições privilegiadas para enfrentar qualquer eventualidade como pragas e/ou doenças. De qualquer modo, é necessário estar atento ao aparecimento de característica atípicas como: manchas, pontos de grama seca, presença de lagartas e/ou outros insetos em excesso, áreas com grama subdesenvolvida, etc. Ao primeiro sinal de pragas, procure combatê-las com produtos naturais, porém na maioria das vezes torna-se necessário o diagnóstico e a recomendação de um técnico.

Várias podem ser as causas do aparecimento de ervas daninhas no gramado, como: sementes trazidas pelo vento, pássaros, pessoas ou animais, ferramentas e equipamentos contaminados, terra e adubos orgânicos que contenham sementes, grama plantada em terreno/solo praguejado, etc. Algumas dessas fontes de contaminação podem ser controladas, já outras fogem do nosso controle. Não existe um gramado totalmente isento de ervas daninhas, é necessário que se retire as espécies indesejáveis pela raiz com ferramenta adequada ou ainda se faça uso de herbicidas. O despraguejamento deverá ser contínuo. Conheça nosso serviço de Manutenção de Gramas para Jardim.